PadrõesPsicóticos

Escrevo, sinto, minto.

53 notes

Devemos perdoar e lançar um véu sobre o ato que nos magoou, esquecer, mas este esquecimento não implica aniquilar a memória. O esquecer que recomendo é não ficar pensando, falando sobre o assunto que o magoou, mas ver esses fatos como insignificantes, dar ênfase a assuntos mais agradáveis, como as coisas boas que nos aconteceram ou acontecem. Ser gratos àqueles que nos fizeram bem.
Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho pelo espírito Antônio Carlos - O Caminho de Urze (via juventudeespirita)

(Source: howtosingalong, via juventudeespirita)